Estilos de Cerveja

Existem muitos estilos diferentes de cerveja. Mas para falar deles é preciso esclarecer sobre os tipos de cerveja nos quais estão inseridos os estilos.

A divisão em tipos ou famílias leva em conta o processo de fermentação na produção da cerveja, que são 3:

1. Lager – neste tipo estão as cervejas mais consumidas no mundo. O termo vem da palavra Lagern que significa armazenamento em alemão. As leveduras para este tipo fermentam em baixas temperaturas (7ºC – 13ºC);

2. Ale – a faixa de temperatura em que as leveduras deste tipo fermentam melhor é entre 15ºC e 22ºC. A origem do nome se confunde com a própria história da cerveja como um todo;

3. Lambic – cerveja feita a partir da fermentação por leveduras “selvagens” que ficam no ambiente. A bebida fica repousando a céu aberto recebendo os micro-organismos presentes no ar.

É bem mais importante saber que existem essas famílias e quais suas características do que definir estilos. Não o faremos aqui, pois esta página ficaria muito extensa e cansativa, além da polêmica que é definir estilos de cerveja. Achamos que a experiência seria melhor se vocês fuçassem no guia quando quisessem.

São por volta de 80 estilos alocados em 23 sub-tipos de cerveja cadastrados pelo BJCP – Beer Judge Certification Program e aqui está o link do Guia BJCP 2008 para vocês consultarem quando quiser.

E ao longo das postagens no Blog iremos provando estilos e discutindo do jeito que a gente sabe, sem amarras aos guias de estilos espalhados por aí.

Este é um exemplo de como é descrito um estilo neste guia:

1. LIGHT LAGER

LAGER LEVE

[…]

1C. Premium American Lager

Lager Americana Premium

Aroma: Aroma de malte de baixo a médio-baixo que, se presente, pode lembrar cereais, ser doce ou parecido com grãos. O aroma de lúpulo pode variar de muito baixo até médio-baixo, com notas florais ou de especiarias. Baixos níveis de características da levedura (maçã verde, DMS ou frutado) são opcionais, mas aceitáveis. Sem diacetil.

Aparência: De coloração palha clara a dourada. Colarinho branco, bem espumante e que raramente persiste. Muito límpida.

Sabor: Seco e com final bem definido (crisp) com baixos níveis de dulçor de cereais ou malte. O sabor de lúpulo varia de nenhum a leve. Amargor de lúpulo de baixo a médio. O equilíbrio pode variar de levemente maltosa até levemente amarga, mas é relativamente muito perto do centro. Altos níveis de carbonatação podem criar uma leve sensação de acidez ou secura. Sem diacetil. Sem sabores frutados.

Sensação na Boca: Corpo médio-leve devido ao uso de adjuntos como arroz e milho. Bastante carbonatada com uma leve picância de gás carbônico na língua.

Impressão Geral: Refrescante e que mata a sede, apesar de geralmente ser mais encorpada do que as versões standard e lite.

Comentários: As cervejas premium possuem menos adjuntos do que as lagers standard/lite e podem ser compostas somente por malte. Sabores fortes são considerados falhas, mas as lagers premium possuem mais sabor do que as lagers standard/lite. Uma categoria muito ampla de lagers internacionais feitas para o mercado de consumo em massa e variando das lagers mais especiais americanas até as típicas cervejas internacionais “importadas” ou “de garrafa verde” que são encontradas nos EUA. Ingredientes: Malte de duas ou seis fileiras com até 25% de adjuntos como arroz ou milho.

Estatísticas: OG: 1,046 – 1,056 / IBUs: 15 – 25 / FG: 1,008 – 1,012 / SRM: 2 – 6 / ABV: 4,6 – 6%

Exemplos Comerciais: Full Sail Session Premium Lager, Miller Genuine Draft, Corona Extra, Michelob, Coors Extra Gold, Birra Moretti, Heineken, Beck’s, Stella Artois, Red Stripe, Singha.

(Você conhece alguma dessas cervejas? São ótimas pra começar)

E aqui algumas tabelinhas para vocês poderem analisar sua cerveja na hora e correrem no guia:

Tabela de cores:

Em lugar iluminado, observe a cor da sua breja e compare aqui.SRM.ai

Tabela de graduação alcoólica:

Veja no rótulo o teor alcoólico da sua cerveja (ABV)beer-alcohol-content-831x1024

Junte com a informação de cor e veja o resultado. As chances de acertar qual o estilo que você está bebendo são altas.

Lembrando que se você quer ter esse guia sempre por perto, basta acessar: App para Smartphones do Guia de Estilos BJCP, escolher o sistema operacional, baixar e instalar o aplicativo.

Siglas:

  • OG – Original Gravity (densidade antes da fermentação do mosto)
  • IBU – International Bittering Units (Unidades Internacionais de Amargor)
  • FG – Final Gravity (densidade depois da fermentação do mosto)
  • SRM – Standard Reference Method (método padrão de referência relacionado a coloração da cerveja)
  • ABV – Alcohol By Volume (porcentagem de álcool na bebida)


PS
: Quer saber como fabricar sua própria cerveja? A gente tem algumas dicas legais no blog, sabia? Mas se tiver afim de ir além, dá uma olhada no que o pessoal da Universidade da Cerveja tem de conteúdo nessa sequencia de vídeos gratuitos. Eles disponibilizaram um mini-curso free que vale a pena checar.