Exportação de artesanais americanas cresce e chega a $116 milhões

No ano passado falamos do crescimento nas importações de cervejas artesanais americanas no período 2013 – 2014 e ontem a Brewers Association (BA) divulgou os números do período 2014 – 2015. Baseado no Programa de Desenvolvimento das Exportações do BA (EDP), o volume de exportação de cerveja artesanal aumentou 16,3% em 2015, agora totalizando 446,151 barris e US$ 116 milhões.

edp-growth-2015

O crescimento foi observado em todos os principais mercados e mais intensamente na Europa Ocidental, que teve um aumento de 33,4%. Irlanda, Holanda, Tailândia e Taiwan foram os países que mais cresceram em 2015.

O Canadá foi novamente o principal mercado internacional para cerveja artesanal americana, respondendo por 51% das exportações, 11% a mais que no ano passado. Enquanto isso, a Suécia, a Irlanda e o Reino Unido tomaram uma faixa de aproximadamente 10% do mercado cada um. A Austrália foi responsável por 4% das exportações totais e completa o ranking dos 5 maiores importadores de cervejas artesanais americanas.

Aí que veio uma surpresa para eles… O Brasil, que no ano passado teve a maior taxa de crescimento percentual (64% em 2014) teve um ínfimo crescimento de 4% no último período analisado (2015). Logicamente, para nós brasileiros, isso não fui uma surpresa. A alta do dólar e a mudança na política de importações frearam bastante a compra e comercialização interna de cervejas de outros países. O crescimento foi de 12% (2013), para impressionantes 64% (2014) e caiu para 4% em 2015, compare aqui:

edp-ba-2012-2014

“Cervejeiros artesanais pequenos e  independentes estão espalhando a cerveja americana pelo mundo”, disse Bob Pease, presidente e CEO da Brewers Association. “Há uma sede crescente dos amantes de cerveja nos países mundo afora em relação aos produtos ousados e inovadores dos cervejeiros artesanais americanos. Como a demanda por cerveja artesanal americana continua a crescer no exterior, a Brewers Association tem o prazer de apoiar nossos membros aumentando seu acesso aos mercados internacionais “.
 
A EDP, que age promovendo a Cerveja Artesanal Americana através de feiras, festivais, seminários, divulgações na mídia e competições, entre outras atividades, foi iniciada em 2004 com recursos do “Programa de Acesso ao Mercado” de Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA MAP). Hoje existem cerca de 80 cervejeiros americanos pequenos e independentes que exportam seus produtos, por estimativas da EDP.

É, pessoal, nós bebedores notamos o aumento absurdo nos preços das cervejas importadas e com isso a menos variedade e falta de novidades ofertadas pelo mercado. Agora é torcer para que a tributação mude e o dólar caia para que essas cervejas americanas cheguem ao consumidor final com valores mais acessíveis.

Fonte:
https://www.brewersassociation.org/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *