Veja como foi o 3º Encontro da Cerveja Artesanal São Paulo

“Após muita tristeza por perder dezenas de eventos do circuito cervejeiro S/SE uma parceiraça se mostrou com interesse em cobrir alguns eventos em São Paulo. Quem? Juliana Behr. A conheci na turma do Curso de Sommelier de Cervejas pela Doemens que (eu, Sérgio) fiz no ano passado. Muito competente e engajada ela mesma nos propôs essa participação, em meio ao Festival Brasileiro de Cerveja. “Cheers!” De agora em diante a palavra é dela. Segue!” – Sérgio Theophilo Jr., Lupulento.

Aconteceu neste ultimo sábado, 28/03, o 3º Encontro da Cerveja Artesanal – São Paulo\SP. Estive lá presente neste grande evento e vou contar aqui minhas impressões sobre.

Encontro-SP-1

Particularmente gosto muito deste tipo de evento. Cervejarias artesanais nacionais marcando presença, chef preparando comidinhas, ótima organização e, claro, o público. Este último foi o que fez a maior diferença. Aprecio muito quando estou em um evento cervejeiro e me deparo com um público que formado por entusiastas em sua maioria, mas também por pessoas que começaram a procurar entender o que é cerveja agora. Dá orgulho saber que estamos crescendo.

Os organizadores (Lisa Torrano e Marcelo Games), por sua vez, tem um jeito bem bacana de difundir a cultura cervejeira de uma maneira de fácil entendimento e acesso. Eles são os responsáveis pelo grupo Cerveja Artesanal São Paulo no Facebook. Lá você encontra cervejeiros caseiros e profissionais, blogueiros, donos de cervejarias, bares, empórios e pubs… Todo mundo interagindo, tirando dúvidas, divulgando conteúdo e informações relacionadas à cultura cervejeira em geral. Enfim, diversidade á dar com pau!

encontro-SP-2

Outra coisa bem legal foi a parceria da Escola Sinnatrah com a Cervejaria Karavelle (na foto acima: Júlia da Sinnatrah, Camila da Karavelle e eu) produzindo uma Session IPA exclusiva para o evento. Cerveja cujo lúpulo usado no Dry Hopping foi escolhido pelos participantes do grupo citado agora a pouco por meio de uma enquete.

enquete-dry-hopping

Para vocês terem uma ideia as vendas dos convites iniciaram 70 dias antes do evento e o lote promocional de 210 convites esgotou em apenas 1 minuto. Em pouco mais de 1 dia já estavam esgotados todos os 750. O pessoal estava mesmo ansioso para o evento! A ideia do evento foi trazer em um espaço ao melhor estilo “open bar” de torneiras de chope juntamente com workshops com profissionais da área.

Algumas das cervejarias que participaram: Suméria, Capitu, Blondine, Urbana, Burgman, Crazy Rocker, Cervejaria Nacional, Los Dias, Pubier, Madalena, Karavelle, Perro Libre, Landel, dentre outras.

Segue o link com algumas fotos do evento para vocês terem uma ideia e se instigarem para ir no próximo: Álbum no Facebook

Valeu, pessoal!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *