Brettanomyces Trois pode não ser Brett!

Essa é para os cervejeiros caseiros: eu soube ontem (atrasado, confesso), na reunião da ACervA – CE no Eitabier, por meio do grande conhecedor cervejeiro e exímio produtor caseiro Rodrigo Campos (Para Que VoCerveja) que a cepa de levedura Brett Trois – WLP 644, da White Labs, pode não ser uma espécie 100% Brettanomyces.

Se você está lendo isso e não sabe do que se trata leia o post da Fernanda Fregonesi sobre Brettanomyces.

Será que a WLP 644 é mesmo uma Brett? Vamos aos fatos:

No dia 7 de Dezembro de 2014 a empresa Omega Yeast Labs divulgou em nota na sua Fan Page que, em meio de suas pesquisas de sequenciamento genético dos seus blends e cepas de leveduras comercializadas, descobriram que umas das espécies declaradas como Brett não era de fato uma espécie 100% Brett e seria uma Saccharomyces cerevisiae mesmo. Seria o Blend #1 da empresa, que mais tarde teria uma confirmação do Charles River Laboratories que a tal espécie descoberta era a até então chamada de Brettanomyces bruxelensis Trois, mesma cepa utilizada pela White Labs.

brett-omega

Aqui abaixo está o parecer sobre o sequenciamento genético da WLP 644 citado na imagem anterior:

trois-id-page-001

A White Labs já se pronunciou, mas não deu seu diagnóstico técnico sobre o caso. Chris Whitte disse que eles também estão em andamento com um projeto de 2 anos de sequenciamento genético das 92 espécies comercializadas por eles e assim que tiverem um parecer técnico responderão publicamente.

A Omega deixa bem claro que o propósito não foi causar furor, mas sim ser justa e transparente com os consumidores e produtores de cerveja. Disse também que as pesquisas continuarão sendo feitas no caso de algum equívoco.

Creio e espero que ambas as empresas não agiram de má fé, seja criando a polêmica ou batizando a cepa como Brett. Mas, na real? Vou continuar bebendo Brett IPA Lost in Translation e Saison de Caju (e tantas outras) como se não houvesse amanhã, independente do resultado dessa polêmica.

E como a internet não perdoa e a zuêra never ends… “Brett NO myces” – by Leo Sewald. hahaha

Fonte e imagens:
http://embracethefunk.com/2014/12/11/brettanomyces/
https://www.facebook.com/pages/Omega-Yeast-Labs/166193676874915?fref=ts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *