80 anos de cerveja em lata e sua história

Ela sofre com muito preconceito e maus tratos na logística, mas todo cervejeiro que se preze sabe da importância da nossa querida latinha de cerveja. Só de ouvir o “clact” de uma sendo aberta já dá uma sede danada! Parabéns, latinha de cerveja!

beer-cans-1

Tudo começou há 80 anos (24 de Janeiro de 1935) em Richmond, Virginia – EUA. As cervejas Krueger Finest Beer e Krueger Cream Ale foram as primeiras envasadas em latas e até hoje esse é o vasilhame preferido dos cervejeiros. De acordo com o Beer Institute em 2013 cerca de 54% da produção cervejeira americana é envasada em lata.

O uso das latinhas pelas cervejarias se deu muito pelo seu baixo custo e menor peso e volume, facilitando a logística. Outro fator importante é que este é o vasilhame que preserva melhor as característica originais da cerveja, por ter um menor volume de oxigênio no seu interior, por impedir que a luz atinja a cerveja e por dificultar bastante a ação dos raios infra-vermelhos. Todos esses são grandes vilões do frescor de uma cerveja.

Mais um ponto positivo é a fácil e ampla cultura e mercado de reciclagem de latas. “Em 2012, o Brasil manteve o recorde mundial de reciclagem de latas de alumínio para bebidas, com o índice de 97,9%. Foram 267,1 mil toneladas de sucata de latas recicladas, o que corresponde a 19,8 bilhões de unidades, ou 54,1 milhões por dia ou 2,3 milhões por hora.” – ABAL.org

Bengali

Apesar de todas essas qualidades a cena cervejeira moderna meio que esnoba as latinhas e investem em garrafas de vidro dos mais diversos formatos, quando as latas têm uma menor variedade. Mas algumas cervejarias como Sixpoint (essa jé bem conhecida por suas belas latinhas compridas) e mais recentemente a Brooklyn e a Founders, com alguns de seus rótulos, apostam na preservação de suas brejas e adotaram o famoso vasilhame de metal. Nota-se bebendo uma Bengali (imagem acima) ou Resin, ambas da Sixpoint, e notando o aroma fresco de lúpulo vindo da cerveja.

Quem será a primeira artesanal brasileira a envasar suas brejas em latas? Algum chute ou aposta? Esperamos que isso aconteça em breve!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *