Americanos já bebem mais cerveja artesanal que Budweiser

Agora tudo faz sentido. Estava escrevendo uma postagem sobre a nova postura da AmBev em comprar cervejarias artesanais e lançar novos rótulos aqui no Brasil com uma pegada mais Craft e menos Draft. digamos assim, e o Wall Street Journal lança uma tabela em um programa mostrando graficamente o declínio do consumo de Budweiser e o aumento e superação do consumo das cervejas artesanais no geral.

Não estamos falando aqui da Bud Light ou quaisquer outras Buds vendidas no mercado americano, mas da Bud vermelhinha que já é tão conhecida por nós e ostentada por tantos como “cerveja diferente das outras”.

budweiser-x-craft-beer

Por um lado, este gráfico é um lembrete de que a cerveja artesanal ainda é um nicho, embora esteja em crescimento. Segundo a Brewers Association, os rótulos artesanais compõem cerca de 14% do mercado de cerveja dos Estados Unidos. Pegue algumas como Allagash, Lagunitas, Dogfish Head e todas as outras cervejarias pequenas, junte tudo e elas mal vendem mais que a terceira marca mais popular na América.

Por outro lado, é também uma prova muito clara do declínio da Budweiser, que nos dias de hoje é basicamente uma cerveja sem propósito. Há vinte anos, quando os americanos eram menos conscientes com sua saúde e tinham gostos mais homogêneos, a venda para um mercado de massa, uma Lager “diferenciada” criada para atrair o maior público possível fazia muito sentido, mas agora é uma marca sem uma audiência natural, exceto para os americanos mais velhos que bebem a Bud por força do hábito e talvez uma sensação nostálgica de fidelidade à marca. Tal qual acontece aqui no Brasil.

Outro dado importante da própria AmBev é que 44% dos norte-americanos com idade entre 21 e 27 anos não bebem regularmente a velha Budweiser.

No outro post sobre a nova postura da AmBev veremos algumas das novidades nacionais e internacionais da empresa.

As gigantes que se cuidem!

Fonte: Wall Street Journal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *