Sorachi Ace: conhecendo o lúpulo nipônico!

Recentemente degustei duas cervejas que utilizam esse magnífico lúpulo chamado Sorachi Ace e fiquei interessado em descobrir mais sobre o mesmo.

Brooklyn Sorachi Ace

O Sorachi Ace foi desenvolvido pela cervejaria japonesa Sapporo em 1970 e só foi começar a ser utilizado em 1984. A partir de 2006 começaram a plantá-lo nos EUA.

Em relação ao sabor, o Sorachi atua agregando um amargor limpo e intenso. Suas notas marcantes estão no aroma, como notas cítricas e herbáceas que lembram limão siciliano, raspas de casca de limão e coentro.

O grande problema é que ele também pode agregar à cerveja o sabor de manteiga, que muitas vezes está relacionado ao diacetyl e pode significar contaminação bacteriana em alguns casos. Porém, as notas amanteigadas quando se utiliza esse lúpulo japonês são harmoniosas. O diacetyl lembra pipoca amanteigada de cinema velho. Falaremos sobre diacetyl e outros off-flavours em outra ocasião.

Os american brewers entraram em consenso que o melhor estilo de cerveja para usar o Sorachi Ace foram as “cervejas de fazenda” ou Saison, mas não significa que não possa ser utilizado em outros estilos. Belgian Pale Ale, Belgian IPA, Belgian Tripel, Belgian Witbier e American Black IPA são alguns dos estilos das cervejas que também utilizam o Sorachi.

O Ace também foi utilizado em lançamentos limitados Single Hop (cervejas que utilizam apenas um tipo de lúpulo na composição) pela Mikkeller e pela BrewDog. É encontrado na Safra 2013 da magnífica Duvel Tripel Hop. É encontrado na Saison da Brooklyn Brewery que leva o nome do próprio lúpulo. E também é utilizado por várias cervejarias americanas como Terrapin, Cigar City e New Belgium.

Para quem nunca degustou uma cerva com esse lúpulo, fica minha forte recomendação! Vamos tomar um pint juntos!

Visite o Blog Lupulento e veja todo o conteúdo!
lupulento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *